top of page
  • Foto do escritorGatil Gold Cat

Principais doenças que podem acometer nossos felinos - Parte 3

Existem diversas doenças, algumas mais graves e outras menos, que podem prejudicar a saúde dos nossos felinos. Felizmente, com a prevenção adequada é possível evitá-las, pois para algumas delas existem vacinas. Esta doenças são:


  • Panleucopenia felina;

  • Rinotraqueite felina;

  • Calicivirose ou calicivírus felino;

  • Pneumonite felina;

  • Peritonite infecciosa (PIF);

  • Imunodeficiência felina (FIV);

  • Leucemia felina (Felv).


 

Imunodeficiência felina (FIV)


É popularmente conhecida como a aids felina ou aids dos gatos. A transmissão da FIV se dá basicamente pelo contato com o sangue, quando um felino é mordido ou arranhado por outro felino e este é portador do vírus. Geralmente esse contágio se dá através de brigas ou brincadeiras que ocasione arranhaduras e estas sangrem ou durante a reprodução. Gatas infectadas também podem transmitir para seus filhotes por via transplacentária ou através da amamentação. Os sintomas dessa doença incluem depressão absoluta do sistema imunológico e doenças secundárias oportunistas. Estas doenças secundárias são, geralmente, as que provocam a morte do felino doente. Os especialistas ainda não encontraram uma vacina eficaz, mas existem alguns gatos que desenvolvem resistência a essa doença por estarem em contato com gatos já doentes.

É muito importante saber que a FIV só é transmitida de gato para gato, e não para humanos ou outros animais.



 


Leucemia felina (FeLV)


A FELV afeta, geralmente, filhotes e felinos jovens. Esta doença é comum em criadouros com elevado número de felinos e felinos de rua. É uma das doenças mais graves pela facilidade de transmissão, sendo portanto, uma doença letal. Provoca tumores em diferentes órgãos do corpo, inflamação dos gânglios, anorexia, perda de peso, anemia e depressão. É uma doença viral e sua transmissão se da pelo contato com os fluidos corporais. Exemplos: brigas entre gatos, pois podem provocar feridas ou arranhaduras que sangram, compartilhamento de caixas de areia por entrarem em contato com urina e fezes contaminadas, compartilhamento de bebedouros e comedouros, por entrarem em contato com salivas contaminadas. Uma mãezinha doente pode passar o vírus através do leite materno ou através do parto. A melhor forma de prevenir esta doença é vacinando e evitando que o seu gatinho entre em contato com outros animais doentes.




FONTES

Ourofino - saude animal

https://www.ourofinopet.com/

26 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page